Atendimento

De segunda a sexta-feira

De 07h30min a 13h30min

PABX (95) 3623-6522

CREA RR PRESENTE NA PALESTRA EQUIDADE DE GÊNERO NA 75ª SOEA

    

        Presidente do CREA-RR, engenheiro agrônomo Wolney Parente, e a segunda vice presidente engenheira florestal Cátia Lorena, participaram da palestra“Equidade de Gênero/Mulheres na Engenharia”, atividade da programação da Soea.
    Primeira palestrante do painel “Engenharia em Ação – Participação Feminina na Era das Indústrias 4.0”, a engenheira eletricista Tatiana Takimoto defendeu que mulheres já inseridas na engenharia e agronomia têm de incentivar outras a entrarem para as carreiras tecnológicas. “Pesquisas mostram que levará 117 anos para que aconteça a equidade de gêneros. Eu quero estar viva para presenciar isso, então preciso trabalhar dobrado, e conto com a ajuda de vocês”, brincou.
    No mesmo painel, ao abordar sobre sua atuação na agricultura, a engenheira agrônoma Vanessa Sabione contou que sofreu muito preconceito no início de sua carreira e, por isso, resolveu abrir um canal de comunicação – o Agromulher – para conversar com mulheres que passaram pela mesma dificuldade. “Podemos estar onde quisermos, mas temos que entender que não podemos só falar. Temos que fazer, ter pulso para enfrentar e não desistir por causa do preconceito. Não existe profissão só para homens”, destacou.
    O segundo painel do dia teve como tema o item 5 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas: equidade de gênero. Primeira palestrante da rodada, a coordenadora do painel e assessora do Confea Fabyola Resende apresentou um mapa estatístico. “O total de mulheres engenheiras e agrônomas registradas no Sistema Confea/Crea é de 15% apenas. Não só queremos que o número de mulheres registradas cresça. Queremos trazer essas mulheres para dentro do Sistema, para os Creas, para as entidades. Temos que fomentar essa participação”, defendeu.

jpg.jpg