Atendimento

De segunda a sexta-feira

De 07h30min a 13h30min

PABX (95) 3623-6522

PRESIDENTE  DO CREA ENTREGA KIT DE EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL-EPI AOS FUNCIONÁRIOS

Presidente  do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Roraima –CREA-RR, engenheiro agrônomo Wolney Parente, entregou kit de equipamentos de segurança de proteção individual-EPI,  aos funcionário do Conselho como forma de proteção a todos. A disponibilização dos itens tem o objetivo de garantir a saúde e a proteção do colaborador, evitando que riscos e acidentes possam comprometer sua integridade física e capacidade laboral
Inúmeras são as atividades que exigem a utilização de Equipamentos de Proteção Individual – EPIs. Botas, máscaras, mangotes, capacetes, óculos, protetores auriculares, luvas, cintos de segurança e tantos outros acessórios de proteção tornam-se indispensáveis no dia a dia de inúmeros profissionais.
O uso de equipamentos de proteção individual é regulamentado pela norma técnica chamada NR 6, que estabelece que os itens de proteção individual devem ser fornecidos gratuitamente ao colaborador para o desempenho das suas funções dentro da empresa.
Isso significa que é responsabilidade da empresa garantir que os funcionários façam uso adequado dos equipamentos de proteção individual, utilizando durante todo o período laboral e seguindo todas as especificações recomendadas pela empresa.
É importante destacar que para cada caso há um tipo de EPI específico, devendo a empresa realizar um estudo dos riscos ocupacionais e direcionar ações que possam reduzir ou neutralizar os perigos ao qual os funcionários estão expostos.
 No entanto, muito além de garantir a segurança de trabalho, os equipamentos de proteção individual reduzem ou neutralizam as chances de profissionais desenvolverem doenças ocupacionais, comprometendo a capacidade de trabalho durante a fase ativa dentro da empresa.
Assim, com a utilização correta dos EPIs, a empresa pode reduzir os custos com o pagamento de indenizações por danos morais ou materiais, visto que o colaborador não estará mais exposto aos riscos existentes.
A NR 6 especifica que os EPIs são um direito e dever dos trabalhadores, podendo ser punidos caso não sigam todas as recomendações repassadas durante o treinamento.